Mais de 12 horas após ser alvo de uma operação da Polícia Federal, de ver sua secretária de Saúde presa e de, ele mesmo, ser alvo de um pedido de prisão, o govenrador Wilsonb Lima gravou um vídeo e postou em suas redes sociais, se dizendo “supreso”, porém ‘tranquilo” de que não tem nada a dever na Operação Sangria. .

Lima é acusado pela PF e pelo Ministério Público Federal de ser o chefe de uma “organização criminosa”. De acordo com a sub-procuradora geral da República, Lindôra Araújo, Lima coordena um esquema de fraudes que se aproveitou da pandemia para desviar verba pública. “Atuação de uma verdadeira organização criminosa que, instalada nas estruturas estatais do governo do estado do Amazonas, serve-se da situação de calamidade provocada pela pandemia de covid-19 para obter ganhos financeiros ilícitos, em prejuízo do erário e do atendimento adequado à saúde da população. Os fatos ilícitos investigados têm sido praticados sob o comando e orientação do governador do estado do Amazonas, Wilson Lima, o qual detém o domínio completo e final não apenas dos atos relativos à aquisição de respiradores para enfrentamento da pandemia, mas também de todas as demais ações governamentais relacionadas à questão, no bojo das quais atos ilícitos têm sido praticados”, destaca Lindôra Araújo.

Wilson rebateu. “Hoje eu fui surpreendido com uma operação aqui em Manaus, quando estava em Brasília cumprindo uma agenda oficial. Apesar de surpreso, eu acho importante, para esclarecer esses fatos. E eu, enquanto governador, sou o principal interessado de que isso seja efetivamente apurado”, afirmou.

O governador disse que jamais autorizou que o dinheiro público fosse roubado. “Durante o pico da pandemia, a minha determinação era para que se salvassem vidas, e aí havia necessidade de celeridade nos processos para aquisição de materiais para o combate ao coronavírus. E, em nenhum momento, houve qualquer determinação para prática ilegal, para corrupção ou qualquer coisa nesse sentido”, frisou.

O governador também destacou que espera ter os fatos esclarecidos o mais breve possível. “Eu estou absolutamente tranquilo e na certeza de que esses fatos serão logo esclarecidos”, reforçou.