O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto suspendeu os atendimentos presenciais, participação de funcionários em eventos, cursos e treinamentos e as atividades dos estagiários até o dia 31 de maio.

As medidas estão contempladas no decreto 4.812, do Diário Oficial do Município (DOM) de quinta-feira, 23/4. Com a publicação, o prefeito torna oficial o que vinha anunciando, de que não vai afrouxar as ações que favorecem o isolamento social para evitar o contágio de mais pessoas pelo novo coronavírus, causador da Covid-19.

“É muito sério o que estamos vivendo. Em apenas um dia, de quarta para quinta-feira, foram mais de 400 novos casos confirmados no Amazonas. Vamos manter nossos servidores trabalhando em casa, em regime de teletrabalho, com redução de horário e regime de revezamento para aquelas atividades essenciais. Estamos reforçando todas as medidas administrativas para manter o isolamento social e desestimular as aglomerações”, afirmou o prefeito.