A Polícia Civil do Paraná localizou o jovem de 19 anos  matou um cachorro a chutes, o cortou em pedaços, assou, comeu a carne e ofereceu para moradores da região onde morava em Curitiba. Em operação, os agentes não encontraram o suspeito na casa, mas no local havia restos do animal.

“Encontramos esta cena… O cadáver do cachorro dentro de um forno e restos do corpo pela casa. Tinha até pássaro decapitado. O cheiro era horrível. Um misto de revolta, nojo e indignação”, relatou o delegado Matheus Laiola, chefe da Delegacia do Meio Ambiente. “Não vamos descansar até ele responder pelo crime. Mas vocês sabem o que vai acontecer com ele? Praticamente nada. Ele não vai ficar 1 minuto preso. Não vai pagar 1 real de fiança. E sabem por quê? Porque nossa legislação é branda demais para quem pratica maus-tratos”,  disse.