O Governo do Amazonas entregou três respiradores e um desfibrilador para o Hospital de Campanha de Manacapuru, na Região Metropolitana de Manaus. Os equipamentos vão ajudar o município a ampliar a capacidade de atendimento do hospital para pessoas com o novo coronavírus. “Já havíamos entregado três respiradores há mais ou menos um mês, e  estamos consertando outros dois com defeito. Então, o município contará com oito respiradores”, disse o secretário executivo adjunto de Atenção Especializada ao Interior da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Cássio Espírito Santo. Cássio esteve no município nesse domingo para entregar os equipamentos e levou junto um técnico da empresa fornecedora para orientar os profissionais locais sobre o uso dos respiradores.

 

Redução nos atendimentos – Conforme observado neste domingo, durante a visita, houve redução nos atendimentos no Hospital de Campanha, que foi implantado pela Prefeitura local com apoio do Governo do Estado. “Hoje a gente fica muito feliz em visitar as enfermarias e as Unidades de Cuidados Intermediários (UCIs), verificando que diminuiu o número de internações, inclusive está com uma baixa de casos graves. Isso é importante. Parece que a epidemia aqui em Manacapuru está se estabilizando”, afirmou Cássio.

No domingo, conforme a direção do hospital, nove pessoas estavam internadas. O hospital tem capacidade para 32 leitos. A deputada estadual Alessandra Campelo e o vereador do município de Manacapuru, Wanderley Barroso, acompanharam a entrega dos equipamentos e visitaram a estrutura do Hospital de Campanha, localizado em frente ao Hospital Lázaro Reis.

Suporte – O Governo do Estado já enviou para Manacapuru mais de quatro toneladas de insumos, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e medicamentos. O município também recebeu um gerador, uma ambulância e uma câmara frigorífica. Um tanque de oxigênio foi instalado no Hospital de Campanha, que recebeu ainda apoio de recursos humanos com o envio de enfermeiros.

A Secretaria está em processo de finalização de contratação de profissionais de nível superior, como fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, entre outros, além de profissionais de nível médio, como recepcionistas, serviços gerais e artífices para Manacapuru. “Estamos fazendo uma força-tarefa no município de Manacapuru para ampliar o atendimento à população”, destacou Cassio Espírito Santo.