A terceira e última fase de testes da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford começou na última semana no Brasil. A primeira voluntária a receber a imunização foi a cirurgiã dentista Denise Abranches, 47 anos, coordenadora da Odontologia do Hospital São Paulo. As informações são do Metrópoles.

O projeto está sendo conduzido em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), onde Denise é professora adjunta da Escola Paulista de Medicina. Ela é uma das 2 mil pessoas saudáveis que receberão a dose no Brasil e se encaixa no perfil indicado para os voluntários: profissional de saúde com idades entre 18 e 55 anos que estejam no combate à Covid-19.

Em entrevista ao jornal O Globo, Denise descreveu o voluntariado na pesquisa como “um ato de amor” dedicado aos pacientes da doença isolados de suas famílias. A aplicação foi realizada em 23 de junho, mas não é possível saber se ela recebeu a vacina ativa contra a Covid-19 ou um imunizante contra meningite, que está sendo aplicado no chamado grupo controle.