O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, decidiu prolongar a vigência de decretos que reforçam medidas preventivas à pandemia da Covid-19.

Com isso, continuam suspensos até o dia 30 de agosto, a emissão de qualquer tipo de licença, autorização ou concessão para a realização de eventos de qualquer natureza no âmbito do município de Manaus.

O decreto também revoga qualquer liberação de evento que tenha acontecido antes do período de pandemia e ainda deixa claro que estes prazos podem sofrer novas prorrogações de acordo com o critério do prefeito.