Com o aumento do número de casos de coronavírus no Amazonas, a Susam anunciou uma decisão importante: o hospital Delphina Aziz agora só receberá pacientes contaminados pelo novo vírus. Os demais pacientes já foram redistribuídos para os demais hospitais. Neste domingo a Fundação de Vigilância em Saúde confirmou que o hospital cuida de 4 pacientes em estado grave, e que outros seis na mesma situação estão na rede privada. A diretora-presidente, Rosemary Costa Pinto, disse que ao todo Delphina já tem 21 pessoas internadas, que as autoridades de saúde esperam um crescimento significativo de casos e internações a partir de abril, seguindo assim durante o mês de maio.

O Amazonas tem 160 casos suspeitos que terão resposta nas próximas horas. Em média, um teste fica pronto entre 24 e 48 horas. Rosemary confirmou ainda mais 16 internados em hospitais particulares e que a rede particular e pública integra um sistema nacional de saúde, onde os casos são registrados e monitorados.