Manaus vive uma segunda-feira de chuva no dia da reabertura gradual do comércio. Nas redes sociais os amazonenses brincam que vão “bater perna” na rua, mas vale lembrar que quem puder deve continuar em casa. A pandemia não passou. Estamos apenas no começo do processo de reabertura, e, mesmo assim, será um novo normal. A vida como era antes só quando uma vacina for disponibilizada.

As obrigações de manter o distanciamento social, usar máscaras e manter a higiene continuam rígidas. Não se pode descuidar.

 

1º ciclo – 1 de junho (grupos de risco não retornam)

  • Igrejas e templos (30% de ocupação, com eventos de 01 hora de duração e intervalo de, no mínimo, 05 horas entre um vento e outro)
  • Lojas de artigos esportivos e bicicletas (venda e reparo)
  • Lojas de artigos para casa
  • Lojas de vestuário, acessórios e calçados
  • Lojas de móveis e colchões
  • Atendimento presencial, médico e odontológico, sujeito a agendamento prévio
  • Joalherias e relojoarias
  • Comércio de artigos médicos e ortopédicos
  • Serviços de publicidade e afins
  • Petshops
  • Lojas de variedades
  • Agências de turismo
  • Concessionárias e revendas de veículos em geral
  • Óticas
  • Floriculturas
  • Bancas de revista em logradouros públicos