Diagnosticado com covid, Bolsonaro disse que tomou logo a hidroxicloroquina e passou a sentir bem em poucas horas. “Eu tomei no dia de ontem [6/7] às 17h o primeiro comprimido. Todo aquele composto foi ministrado. Confesso que, eu como acordo muito durante a noite, é normal, depois da meia-noite eu consegui sentir alguma melhora. Às 5h da manhã tomei a segunda dose da cloroquina e confesso a vocês que estou perfeitamente bem”, disse o presidente em entrevista concedida no fim da manhã desta terça-feira (7/7) em frente ao Palácio da Alvorada.

O presidente disse que a febre até diminuiu. “Hoje baixou bastante a febre. Estou bem. Em comparação a ontem, estou muito bem. Queria até dar uma caminhada mas não vou por recomendação médica”, prosseguiu. Nessa mesma entrevista, Bolsonaro confirmou que testou positivamente para o vírus. “Não [me surpreendeu o resultado], eu confesso que eu achava que já tinha pego lá atrás, tendo em vista a minha atividade muito dinâmica perante a população, e digo mais: eu sou presidente da República e estou na frente de combate”, contou.